Começou hoje a Mostra CineFlecha

A I Mostra CineFlecha traz de forma totalmente gratuita e online a recente produção audiovisual de diferentes coletivos e realizadores indígenas do Brasil. Em tempos marcados por profundas crises políticas, sanitárias e climáticas que impactam violentamente os povos indígenas no país, a I Mostra CineFlecha: (Re)Existir e Curar apresenta um conjunto de filmes que reflete a potência e a diversidade do cinema indígena contemporâneo.



Os filmes, divididos em quatro sessões temáticas, mostram as diferentes maneiras como os povos indígenas seguem incansavelmente mobilizando formas de (re)existir - resistir e existir outra vez, e curar - por meio de saberes e práticas ancestrais e contemporâneas, diante das forças hegemônicas relacionadas a modos de vida insustentáveis.

A curadoria desta edição de estréia da Mostra CineFlecha destaca a produção audiovisual dos realizadorxs e coletivos indígenas de cinema articulados pela Rede CineFlecha , dentre os quais estão a ASCURI - Associação Cultural de Realizadores Indígenas (Guarani, Kaiowá e Terena/MS); o Pēnãhã - Coletivo de Cinema Maxakali do Pradinho (Maxakali/Tikmũ´ũn/MG); o Coletivo Beya Xina Bena (Huni Kuin/AC); o Coletivo Akubaaj Cinta Larga de Cinema (Cinta Larga/RO); o Coletivo Ijã Mytyli de Cinema Manoki e Myky (Manoki e Myky/MT).

Entre os dias 1 e 15 de outubro de 2020 clique nas imagens dos filmes para assistir na plataforma Videocamp e acompanhe também as lives com os realizadorxs indígenas!

Mais informações: Site da I Mostra Cineflecha