Vacinadah

Muito mais devagar do que deveria, mas ela veio e pousou direto no meu braço nesta manhã. Não têm sido fáceis esses dias infinitos de isolamento. Passou um filme na minha cabeça. Ele começou no dia em que chegou a notícia do primeiro infectado no Brasil pelo coronavírus e terminou no exato momento em que eu me vacinei e me emocionei pelo SUS e pela vida que, apesar de tudo, insistem em continuar. Produzir conteúdo audiovisual longe de vocês tem sido muito mais difícil. O calor do encontro é o que dá insumo pra criatividade rolar. É na troca que a gente inventa e produz as melhores narrativas. Por enquanto, resistimos. E a esperança de que dias melhores virão é o que nos faz acordar e não desistir nunca - nem de viver, nem do cinema e nem de estar mais perto de quem gostamos de trampar juntinho. 💉 ❤️ #vivaosus #bandalargafilmes